quarta-feira

Depoimento de Tânia Alves - Elenco / Atriz


"Comecei a ensaiar o musical "Tieta do Agreste", baseado na obra de Jorge Amado. Vou interpretar, dançar e cantar uma baiana muito especial, esta Tieta... Estou muito feliz! Pelos ensaios já dá para sentir como vai ser o resultado. Só tem fera na criação! Desde a adaptação da diretora Cristina Trevisan, às músicas que são lindas, o cenário deslumbrante e ainda vem muita coisa por aí. Estrearemos em Sampa no dia 9 de novembro, aonde ficaremos até maio, depois faremos o Rio de Janeiro, depois... Salvador e Depois a idéia é viajar pelas capitais. Tem uma coisa muito mágica em todos os trabalhos que faço. Neste é uma série de coincidencias que existem entre mim e o personagem. Nunca senti a necessidade de me identificar com os personagens que interpreto, pelo contrário, quanto mais diferente de mim, quanto maior o desafio, mais me estimula, acho mais divertido. Tieta, porém,é o personagem que mais se parece comigo em toda a minha carreira. Querofrisar aqui um dos traços que ela tem em comum comigo: a ligação com a natureza. Ela própria é uma força da natureza. A ligação dela com a praia de Mangue Seco. Eu também tenho meu Mangue Seco e fica no sul da Bahia, no povoado de SantoAndré. É um dos lugares onde mais tenho este contato, esta plenitude. SantoAndré é o meu paraíso. O Mangue Seco de Tieta. Meu Mangue Seco...Beijocas em todos!"



Tânia Alves

Um comentário:

LEO kEBBE disse...

Olá, Tânia Alves! Tudo bem com vc?
Olha, sou fã da obra "amadiana", e me animei bastante com essa peça...quero vÊ-la em breve, em São Paulo (sou de Ribeirão Preto/SP) Conheço Mangue Seco (e outras locações de Tieta/ filme/novela), espero vê-la após a semana de estréia. Tenho certeza de que será um sucesso. Concordo com seu depoimento no blog: todo mundo tem um lugar, um "quintal" onde se possa pisar descalço, uma identidade com a natureza...essa é a essÊncia de sua personagem: sol escaldante, vento barulhento, coqueirais inquietos, dunas,lua e sol- visitei esse cenário e sempre pretendo retornar a esse lugar... É uma espécie de volta ao lar, e é disso que fala Jorge Amado em Tieta do Agreste...
Natureza versus Progresso...O que é melhor??? Olha, boa sorte, vc tem o protótipo, o talento, o jeito, os temperos dessa personagem e vai tirar de letra, cantando, interpretando etc... Gostaria de visitá-la no camarim, se possível...Vc vai gravar cd da peça? O que poderemos levar como lembrança???
Pretendemos vê-la após a estréia , após o feriado prolongado... E olha, como diria Bafo-de-Bode: "Que belo pé de buceteiro Santana do Agreste acaba de ganhar...!" (cOM TODO RESPEITO!)
E a todos nós!!!
Boa sorte na estréia e um abraço do amigo Leonardo Kebbe (Ribeirão PRETO/sp)!!!
Até breve em Santana do Agreste...